2ª via de boleto
 

O programa Música na Senzala contou com três atrações entre os meses de agosto e outubro.

O público cativo lota o espaço Senzala a cada apresentação. Neste trimestre, o foco foi a música popular brasileira.

Quinteto Cais (agosto)

Formado por Marcus Teixeira (guitarra/violão), Daniel D’Alcântara (trompete/flugelhorn), Felipe Silveira (teclados), Felipe Fidelis (baixo elétrico) e Osmário Marinho (bateria), o grupo tem o objetivo de resgatar uma abordagem diferenciada da música brasileira, inspirada no trabalho instrumental de Cesar Camargo Mariano e na voz de Elis Regina, para a elaboração de seu CD.

Carol Andrade (setembro)

“Sorria” é o nome do terceiro disco da cantora e compositora. O álbum leva o ouvinte a viajar pelos mais diversos ritmos da música brasileira em dez canções inéditas, repletas de poesia e positividade.

Quando os Metódicos Não Têm o Que Fazer (outubro)

A proposta do grupo é fazer pequenas edições da obra de compositores da MPB, interpretando alguns de seus sucessos e também trazendo à tona outras canções menos conhecidas do grande público. Componentes: Douglas Lopes (clarinete), Kha Machado (violão e voz), Marcelo Spínola (piano e teclados), Patrícia Marchiori (voz), Renato Hinz (bateria) e Walter Valentini (baixo acústico).

Compartilhe